Sponsor

header ads

Sobe para 48 o número de mortes causadas pelo tufão Vamco nas Filipinas

O número de mortes causadas pelo tufão Vamco no norte das Filipinas aumentou hoje para 48, com mais nove mortos provocadas por inundações e deslizamentos de terras tardios na província de Cagayan

Embora o tufão tenha saído do arquipélago na sexta-feira de manhã, as cheias e inundações que causou mais tarde afetaram a província de Cagayan, onde 24 dos seus 28 municípios estão inundados, relata o canal online da ABS-CBN.

Dezenas de milhares de pessoas estão presas pelas cheias em Cagayan e outras províncias próximas, enquanto as forças armadas e as equipas de emergência trabalham para salvar os afetados, com veículos e helicópteros.

Vamco, o quinto tufão a atingir as Filipinas em menos de um mês, também deixou dezenas de pessoas feridas e desaparecidas devido às inundações em muitas partes da ilha de Luzon, incluindo a capital, Manila, afetada pelas piores inundações em décadas.

O tufão, que atingiu a região na noite de quarta-feira, com ventos constantes de 155 km por hora e rajadas de até 255 km por hora, obrigou à deslocação de cerca de 350.000 pessoas em todo o país. Perto de 100.000 foram resgatadas por equipas de emergência, 41.000 só na capital.

Com 21 ciclones desde o início do ano, as Filipinas poderão ainda ser atingidas por outros quatro antes do final de 2020, segundo o serviço meteorológico – Pagasa.

A maior frequência de tempestades verificada este ano está associada ao fenômeno meteorológico conhecido como La Niña, caracterizado por um aquecimento da água do Pacífico ocidental.


 

Publicar um comentário

0 Comentários