Sponsor

header ads

Manifestantes gozam de liberdade, Após dias de detenção



            Os manifestantes, detidos na semana passada em função da sua participação em protestos a favor da melhoria de condições de vida e da realização das eleições autárquicas em Angola, foram postos em liberdade, neste domingo (01), depois de quase uma semana de julgamento sumário. 

            O julgamento que começou no dia 26, no Tribunal Provincial de Luanda “Dona Ana Joaquina” e terminou no pavilhão multiuso do Estádio Nacional da Cidadela, após 8 dias de prisão, teve como conclusão o seguinte: 72 manifestantes foram condenados com penas convertidas em multas, 26 absolvidos e os restantes constituem o grupo  de duas mulheres grávidas, dois menores e três jornalistas, que não foram contados em julgamento.

        Importa referir que, os manifestantes são acusados de desobediência ao decreto presidencial 276/20, que estabeleceu medidas mais restritivas no âmbito da prevenção da covid-19, quatro crimes de ofensas corporais voluntárias e dois crimes de danos voluntários sobre bens da Polícia Nacional.

Publicar um comentário

0 Comentários